Amigos, no post anterior mostrei algumas dicas para nós desenvolvedores. No post de hoje, venho com a segunda parte das dicas, espero que gostem. 🙂

1°. SQL Builder:

img-001

Nós programadores conhecemos hoje diversas ferramentas que podem ser utilizadas para efetuar buscas e alterações nos bancos de dados, como por exemplo o Workbench para quem usa o tipo de banco MYSQL ou o SQL Server Management Studio para quem usa o banco SQL SERVER. Estas ferramentas citadas facilitam muito na hora de trabalhar com códigos relacionados a banco de dados, porém o Scriptcase disponibiliza uma opção chamada de SQL Builder.
O SQL Builder nos permite mexer em mais de um banco, nos permite efetuar consultas entre duas ou mais tabelas, nos permite testar consultas antes de colocar dentro das aplicações…

Podemos observar algumas abas: Bases de dados, Tabelas, Campos, Condições, Ordenação, Execução, Salvos. Vou lhes explicar um pouco de cada numa situação de consulta por exemplo.

Bases de dados: Na base de dados você vai escolher qual a conexão deseja utilizar, pois o seu projeto pode ter mais de uma conexão.

img-002

Tabelas: Nesta aba você deverá selecionar as ou a tabela que deseja efetuar a busca.

img-003

Campos: Nesta aba você escolhe os campos que deseja visualizar na consulta, você ainda pode acrescentar um alias para sua tabela, este alias é mais utilizado quando a busca é feita em mais de uma tabela.

img-004

Condições: Basta definir as condições da sua consulta, no caso a cláusula WHERE.

img-005

Ordenação: Caso você queira ordenar algum campo, por exemplo data ordenando da mais atual para a mais antiga.

img-006

Execução: Enfim a execução da sua consulta, podendo exibir no máximo até 100 registros. Você também pode montar a consulta direto na aba de execução sem precisar passar por todas as abas.

img-007

Salvos: Você ainda pode salvar sua consulta para usar em outra ocasião.

img-008

2°. Aplicações em lote:

img-009

Muitas pessoas já conhecem está opção, mas não sabem como usar. Então vamos imaginar a seguinte situação: Temos um sistema de supermercados, neste sistema precisarei cadastrar e consultar: categorias, produtos, formas de pagamento, clientes, fornecedores, etc… Para poder cadastrar usamos a aplicação do tipo formulário e para consultar usamos a aplicação do tipo consulta. Temos a opção de criar aplicação por aplicação e temos a opção “aplicações em lote” que fará a criação de ambas aplicações juntas(consulta e formulário), esta opção vai criar os dois tipos de aplicações já com a ligação entre elas para poder editar o registro.

Para isso basta selecionar a conexão, as tabelas desejadas, marcar as duas opções (Formulário e Consulta) e clicar em “Avançar”.

img-010

3°. Restaurar aplicações:

img-011

Uma das melhores opções disponibilizadas pelo Scriptcase, nesta opção podemos restaurar aplicações deletadas. Então se por acaso você deletou uma aplicação sem querer ou até mesmo de propósito, mas lembrou que nessa aplicação tinha um código que você precisa muito, basta restaurar está aplicação.

Para isso escolha a aplicação que deseja restaurar, depois seleciona a data desejada e renomeie a aplicação se achar necessário. Fácil e rápido!

img-012    img-013

4°. Edição expressa de aplicações:

img-014

Existem momentos na hora de programar que precisamos aplicar uma configuração em todas as aplicações ao mesmo tempo, como por exemplo tirar a segurança de todo o projeto para não precisar ficar efetuando o login ou após criar um novo tema, aplicá-lo em todas as aplicações ao invés de aplicação por aplicação.

Você pode selecionar todas as aplicações ou selecionar aplicações especificas.

img-015

Depois você deve selecionar o que deseja alterar nas aplicações, pode ser um ou mais itens.

img-016

E pronto, basta definir a sua alteração. Após fazer a alteração você só precisará gerar o código fonte das telas alteradas.

img-017

5°. Lista de tarefas:

img-018

Este recurso é mais utilizado por empresas, que utilizam o Scriptcase para desenvolver. Ela serve para designar tarefas para os usuários da ferramenta.

Por exemplo, digamos que eu tenha uma empresa com 3 programadores, no mês de Junho os programadores terão tarefas especificas dentro do sistema que está sendo desenvolvido.

Pode ser utilizado até mesmo por um usuário que trabalhe sozinho, para que ele mesmo possa controlar sua demanda de serviços.
Podemos criar uma lista pública, ou seja, todos os usuários podem acessar a tarefa. Podemos criar nossa própria lista, onde nós mesmos iremos visualizar de qualquer projeto. E podemos criar tarefas a nível de projeto, tanto publicas(para todos os usuários) como individual.

img-019
Vamos criar uma nova tarefa a nível de projeto onde somente o usuário que está criando possa visualizar.

img-020

Agora veja, depois de adicionar mais tarefas a forma que aparecem para o usuário, inclusive com a coloração da linha de acordo com o status da tarefa.

img-021

6°. Mensagens:

img-022

A opção de mensagens nada mais é do que uma caixa de e-mail interna disponibilizada dentro do próprio Scriptcase. Serve realmente para trocar mensagens entre usuários.
Digamos que eu queira mandar uma mensagem para um usuário ou até mesmo me mandar uma mensagem apenas com a finalidade de armazenar alguma informação.

img-023

É fácil de usar e para aqueles que sabem como usar é um excelente opção também!

7°. Minha barra de ferramentas:

img-024

Sabe aqueles ícones bonitinhos e coloridos que ficam entre o menu e as aplicações do Scriptcase? Pois é, estes itens podem ser alterados. Acredito que tenha pelo menos um ícone ali que você não usa com frequência e gostaria de substituir por outra opção.

img-025

No meu caso por exemplo, eu não utilizo nunca ou quase nunca a opção “Traduzir aplicações”, então está opção pode ser trocada por outra.

img-026
Observe que eu troquei a opção “Traduzir aplicações” pela opção “Edição expressa de aplicações”. Você pode também adicionar mais itens, adicionar um separador, remover itens, criar um novo item e se não gostar da modificação pode retornar ao padrão do Scriptcase.

8°. Meu Scriptcase:

img-027

Nesta opção podemos definir algumas coisas importantes no Scriptcase, como por exemplo o idioma oficial que você usa, se você deseja que seu código seja salvo automaticamente, se você deseja que apareça aquela barra lateral que fica na direita mostrando as macros e códigos disponíveis nos eventos, entre outras opções.

No exemplo abaixo, coloquei para que o idioma oficial seja “Português”, também informei que desejo que meu código seja salvo automaticamente, assim não precisarei ficar clicando no botão salvar que abre numa caixinha toda vez que vamos mudar de evento e também defini que não quero ver as pastas no home.

img-028
São definições pequenas, mas que fazem uma diferença para quem utiliza o Scriptcase com frequência.

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado das dicas, se quiserem deixar sugestões aqui abaixo, todas serão bem vindas!

E se você ainda não adquiriu o Scriptcase, clique aqui e faça o teste de 20 dias, garanto que não irá se arrepender.

Você pode gostar de…

Dicas de facilitadores para desenvolvedores – Parte I

Veja Agora opções dentro do Scriptcase que funcionam como Facilitadores para Desenvolvedores utili...

Processamento de Dados a partir de Formulário do Tipo Controle: Utilizando macros de consulta e inserção a Base de Dados

  O processamento dos dados pode ser realizado a nível de Base de Dados com procedimentos a...

Recepção de Parâmetros via GET em Aplicações do Tipo Formulário

Enviar um parâmetro a uma aplicação é sempre fácil quando feito dentro do ambiente do Scriptca...

Comente este post

Receba novos posts, ofertas e muito mais toda semana.