Veja Agora opções dentro do Scriptcase que funcionam como Facilitadores para Desenvolvedores utilizarem Antes e Durante a Criação de um Projeto.

Já sabemos que o Scriptcase é uma excelente ferramenta e agiliza muito no desenvolvimento de sistemas e sites. O que muitos não sabem é que além de toda essa facilidade ele ainda disponibiliza opções simples, mas que fazem toda a diferença para nós programadores e é isso que eu vou mostrar no post de hoje. Vamos conhecer alguns facilitadores para utilizar antes e durante a criação de um projeto.

1°. Valores padrão: Com está opção podemos padronizar a criação das aplicações nos nossos projetos, fazendo com que a produtividade aumente muito mais. Um exemplo de como utilizar esta opção é indo na aba “Dados gerais” e configurar a quantidade de registros na paginação.

img-001

 

img-002

Desta forma, toda vez que criar uma aplicação com paginação, automaticamente a quantidade de linhas por página, será a mesma definida em “Valores padrão”.

img-003
Explore as outras abas para definir as configurações padrões do seu projeto antes de começar a desenvolver.

2°. Dicionário de dados: É uma ferramenta importante para internacionalização dos projetos, com este recurso é possível criar um repositório de dados, podendo associar a uma ou mais tabelas. Vejo no exemplo:

img-004

Defina um label para as tabelas e este clique em “Prosseguir” e depois “Adicionar”.

img-005

Desta forma as tabelas serão adicionadas ao dicionário de dados e você poderá começar a criar as suas próprias definições, como no exemplo abaixo:

img-006

img-007

Na imagem acima, podemos observar que os campos receberam labels diferentes e tamanhos diferentes. Fazendo isso, não é necessário modificar o label de um campo toda vez que for utilizar a tabela. Neste caso, toda vez que fomos utilizar a tabela “categories” os campos receberam o nome definido na biblioteca de dados. Assim não perderemos tanto tempo ajustando o nome de cada campo da tabela. Ainda é possível definir mais algumas informações clicando no botão btn , veja:

img-008

Agora podemos observar que apareceram mais definições para o campo selecionado (categoryname), ainda podemos dizer se o campo será obrigatório, definir uma quantidade mínima e máxima de caracteres, acrescentar uma máscara e uma mensagem de ajuda para que o usuário entenda o que deve ser inserido no campo. Depois é só clicar no botão “voltar” e caso não vá fazer mais nenhuma modificação clique em “Atualizar”. Pronto, agora você já terá um dicionário de dados e já pode criar suas aplicações sem se preocupar com os campos.

3°. Biblioteca interna: Esta ferramenta permite a criação de rotinas php ou upload de arquivos que poderão ser reutilizados em várias aplicações do projeto ou de outros projetos, dependendo no nível de acesso em que forem salvas. Existem 3 níveis de acesso: usuário, projeto e publico.

Usuário – Apenas o usuário criador terá acesso ao script criado.

Projeto – Todos os usuários vinculados ao projeto terão acesso ao script.

Publico – Todos os usuário do Scriptcase tem acesso ao script.

img-009

img-010

Selecione o nível de acesso da biblioteca desejada. Para incluir uma nova basta clicar no botão “Nova”, após insira um nome para a biblioteca e se desejar uma breve descrição. Depois é só inserir sua rotina PHP, também é possível inserir outras linguagens na biblioteca interna, como por exemplo: CSS, HTML, JS…

img-011

Agora toda vez que você chamar essa função “alteraCorBotaoInsertForm()” no formulário, o botão de inclusão ficará estilizado.

img-013

4°. Biblioteca externa: Este recurso permite importar bibliotecas completas e criar arquivos de qualquer extensão (.JS, .CSS, .PHP…) que podem ser utilizados em seus projetos facilitando o reuso de código. Para aproveitarmos esta funcionalidade, devemos utilizar a macro, sc_url_library() para importar as bibliotecas nas aplicações.

img-012

img-013

img-014

Selecione o nível de inclusão, sendo eles Projeto ou Público e insira o nome da nova biblioteca. Após a inclusão, você verá na lista de bibliotecas a nova biblioteca criada, para editar basta clicar no lado direito do nome na opção “Editar”. Você terá algumas opções:

img-015

Novo diretório: Você irá criar uma pasta, serve para organizar os arquivos.

Novo arquivo: Você pode criar um novo arquivo, sendo ele javascrit, css, php.

Upload: Aqui você pode importar um  arquivo já existente para usar dentro dos projetos, como por exemplo, importar os arquivos do bootstrap para não precisar ficar preso ao link do servidor deles.

Depois de incluir os arquivos desejados, é só clicar em fechar, depois clique em “Usar biblioteca” e logo em “Salvar bibliotecas do projeto”. Pronto agora é só fazer a chamada da biblioteca através da macro, veja o exemplo:

img-016

5°. Insert code: Está opção é excelente, pois permite que você pegue códigos praticamente prontos para uso, assim como mostra pra você quais as macros que podem ser utilizadas dentro da aplicação e evento em uso. A mesma fica posicionada dentro de cada evento da aplicação, numa barra lateral na parte direita.

img-017

No exemplo abaixo, cliquei na opção “Difference between two date” e a ferramenta me deu o código, basta adaptar agora, veja:

img-018

Assim funciona para as macros:

img-019

Por padrão ela vem habilitado, mas caso deseje desabilitar basta acessar este caminho (Configurações > Meu Scriptcase) e desabilitar a opção: Mostrar INSERIR CÓDIGO em eventos.

img-020

6°. Auto-complete: Outra opção excelente disponível no Scriptcase, muitas pessoas não conhecem está opção. Geralmente quando estamos criando um código extenso fica meio cansativo ficar repetindo o nome dos campos, ou até mesmo, procurando por macros, pressionando a combinação de teclas Ctrl + Espaço no teclado, pode observar uma lista com todos os nomes dos campos, algumas macros e variáveis que podem ser utilizadas no evento. Excelente mão na roda para quem não gosta de ficar usando mouse e clicando aqui e ali. Veja a forma que aparece:

img-021

Faça o teste você mesmo, basta rolar a lista com o mouse ou com as teclas UP (seta pra cima) e DOWN(seta pra baixo) do teclado, após escolher o item desejado pressione ENTER e você não precisará mais digitar nome de campo ou macros.

Bom pessoal, no post de hoje é isso, compartilhei com vocês as principais opções que utilizo dentro do scriptcase para facilitar e agilizar na minha produção. Acredito que agora vocês também irão adaptar essas opções a futuros projetos. Para entender melhor o que foi explicado acima, assista o vídeo abaixo.

E se você ainda não adquiriu o Scriptcase, clique aqui e faça o teste de 20 dias, garanto que não irá se arrepender.

Você pode gostar de…

Dicas de facilitadores para desenvolvedores – Parte II

Amigos, no post anterior mostrei algumas dicas para nós desenvolvedores. No post de hoje, venho co...

Processamento de Dados a partir de Formulário do Tipo Controle: Utilizando macros de consulta e inserção a Base de Dados

  O processamento dos dados pode ser realizado a nível de Base de Dados com procedimentos a...

Recepção de Parâmetros via GET em Aplicações do Tipo Formulário

Enviar um parâmetro a uma aplicação é sempre fácil quando feito dentro do ambiente do Scriptca...

Comente este post

Receba novos posts, ofertas e muito mais toda semana.